Blog descontinuado

Este blog foi descontinuado.
Siga-nos agora em www.dealtorisco.blogspot.com

domingo, 15 de março de 2009

Leilões sem comissões, limitações ou outras complicações

, ,

O mercado de leilões da internet é dominado a nível global pelo Ebay enquanto que a nível local, em Portugal, é o site MIAU o mais utilizado. Com o surgimento do site Leilões.net, a hegemonia daqueles sites poderá estar em risco...

O Leilões.net marca a entrada da empresa Fixeads no mercado de leilões online, aproveitando a sua experiência na concepção de sites de compra e venda.
O Leilões.net foi buscar ao Ebay alguma inspiração ao nível do interface gráfico, apresentando depois uma oferta realmente vantajosa e tentadora para os seus membros: não cobra comissões.

Os vendedores não pagam por colocar os seus artigos à venda, adicionar fotografias ao leilão, usar a opção de Comprar Já, prolongar ou recolocar negócios. Não existem igualmente comissões de venda caso os leilões terminem com licitações e se concretize o negócio. Da mesma forma os compradores apenas pagam o que compraram.

Esta abordagem inovadora contrasta com a política praticada quer pelo Ebay quer pelo MIAU que cobram taxas de colocação e comissões sobre o valor de venda dos artigos, existindo igualmente um tempo limite para os leilões. No caso do MIAU, o período em que um artigo pode estar em leilão não pode exceder os 45 dias. Se findo este tempo o artigo não fôr vendidopor falta de licitações, a sua recolocação em leilão obriga ao pagamento duma nova taxa de colocação.

Nada destas limitações, taxas e comissões exite no Leilões.net. Apenas se o vendedor quiser dar um destaque especial aos seus artigos terá de pagar. Por destaque especial entenda-se, por exemplo, a colocação do artigo na página inicial do site ou a sua inserção numa newsletter entre outros destaques.

O Leilões.net tem à venda mais de 100 mil artigos à espera de serem licitados. A inscrição é gratuita.

visitar este site

0 Comentários:

Publicar um comentário

Página inicial
Blog descontinuado.
Siga-nos agora em
www.dealtorisco.blogspot.com